Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANTENA FLUMINENSE DE NOTÍCIAS

Notícias e atualidades

1979 : A LEI DA ANISTIA ABRIU ÀS PORTAS DO INFERNO.

por Cimberley Cáspio, em 07.02.15

Por Cimberley Cáspio

Imagem:conquistadores.com.br

 

 

 

A Anistia promulgada pelo presidente Figueiredo em 28 de agosto de 1979,abriu às portas para o fim do Brasil como vemos hoje. Alguns "brasileiros" que nunca deveriam voltar ao Brasil,infelizmente se aproveitaram do perdão presidencial,e,ao invés de voltar ao solo pátrio para habitar e conviver em paz,pelo contrário,voltaram para se vingar e destruir o povo e a nação brasileira. Destruíram nossa tradição,nossa cultura,envenenaram nossa alimentação, venderam todas as empresas públicas,e também entregaram nossas riquezas naturais. Esses "anistiados" agraciados com o perdão e a possibilidade real da volta ao lar original,encontram-se hoje, ricos e confortáveis, devido as "comissões" recebidas pelo ato de traição à  pátria.


O presidente Figueiredo errou?Não. Afinal,o general era presidente de uma nação e não comandante de uma unidade militar,pois se fosse comandante de uma unidade militar,jamais poderia conceder o perdão,e permitir o retorno de um militar expulso da unidade por uma sentença justa,mas sendo o general,presidente de uma nação,o perdão se justificava,pois a maioria dos exilados eram civis,irmãos brasileiros,que acreditávamos que ao serem repatriados,haveria alegria,festa,e um sentimento maior de amor ao Brasil. Ledo engano,alguns voltaram com ódio e sentimento de vingança,que predestinados a continuar levando uma vida subversiva,dissimulados,foram ao extremo,enganando o povo e alcançaram o poder,quando então,executaram os seus intentos e venderam a nação com tudo o que ela tem,inclusive a Amazônia.


Hoje,perdemos tudo. As empresas,o território,a liberdade,nossos empregos,a nossa saúde,e principalmente  nossos filhos.As empresas públicas que nossos pais construíram,não nos pertencem mais. As ruas que antes brincávamos de bandeirinha,pique-esconde,dançávamos a quadrilha no São João,agora são locais perigosos e mortais,com chance de sermos atropelados por um motorista irresponsável,podendo sermos assaltados ou mortos,por ladrões e traficantes. Se buscamos a autoridade,somos mal recebidos e tratados como lixo,insignificantes,sobrevivemos apenas porque pagamos impostos. Tudo é feito para dificultar a nossa vida,chegando ao ponto de brasileiros escravizarem brasileiros. 


A vida não está boa pra ninguém,até bebês no colo das mães,são mortos a tiros. Não temos nenhuma proteção. Os Direitos Humanos olham para o ladrão e assassino,mas não olham para um cidadão,um idoso,ou uma criança recém nascida. Não temos mais comandantes gloriosos nas Forças Armadas como tínhamos antigamente,pois os atuais comandantes estão mais do que casados com suas carreiras e ansiosos por uma reforma confortável,do que o sentimento de por o país  nos trilhos.Sim,seria um "trem" de vagões vazios e aos frangalhos,mas começar de novo é essencial.


Nunca houve tantas mortes devido a erros médicos no Brasil,como hoje vemos. A justiça,além de cega,está bêbada todos os dias. Liberta o bandido e prende o cidadão.Quase todos os imóveis residenciais urbanos,estão gradeados,ninguém mais sai de casa a não ser para o essencial,e quem se aventura na balada,sabe dos riscos. 


O corporativismo protege os transgressores,e o cidadão brasileiro fica como se fosse uma ilha deserta,cercada por um mar tempestuoso cheio de tubarões,cobras marinhas e águas-vivas. Se as Forças Armadas não quer abrir caminho,quem vai abrir?


Acreditamos e fomos traídos. O progresso e o desenvolvimento foi uma ilusão. Perdemos a sabedoria,não sabemos mais respeitar e reverenciar os mais velhos.Não temos mais à noção de brasilidade. Estamos ficando sem água,e a falta d'água afetando à agricultura,já está tornando à alimentação difícil. Refugiados hídricos estão abandonando as cidades em busca da sobrevivência. Estamos sendo exterminados,ora pelo veneno dos agrotóxicos,ora pelas balas das armas dos bandidos,e por que não?Mortos também pelas balas das armas de nossos próprios parentes.


Se houvesse uma nova chance,perdoaria e traria novamente os exilados?