Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANTENA FLUMINENSE DE NOTÍCIAS

Notícias e atualidades

BANCO DE ALIMENTOS, INICIATIVA BRASILEIRA QUE ESTÁ SALVANDO A VIDA DE MILHARES NO BRASIL E NO MUNDO.

por Cimberley Cáspio, em 25.07.15

Resultado de imagem para Foto: ONUBR

Fundado no Brasil em 1998 a partir da iniciativa civil e pioneira da economista Luciana C. Quintão, o Banco de Alimentos é uma associação civil que atua com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, permitindo que um maior número de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade – e em quantidade suficiente -para uma alimentação saudável e equilibrada. Os alimentos distribuídos são excedentes de comercializações, perfeitos para o consumo. A distribuição possibilita a complementação alimentar a todas as pessoas assistidas e instituições cadastradas no projeto.

 

A iniciativa da ONG Banco de Alimentos representa a formação de um ciclo sustentável: Ao passo que são arrecadados excedentes de produção e comercialização, diminui-se o acúmulo de lixo orgânico e o desperdício de alimentos próprios para consumo, que complementarão a alimentação de milhares de pessoas em situação de risco alimentar e social. Há também desta forma, um favorecimento à inclusão social destes indivíduos por meio de melhoria da saúde e estímulo ao desenvolvimento psicomotor. Isso porque, além de visar uma alimentação balanceada por meio de realização de ações profiláticas e educativas voltadas às comunidades atendidas, beneficia  instituições que possuam em seu programa ações de inclusão social.

 

As ações tratam em conjunto, o problema da fome, ou melhor, das várias fomes, na sua origem, isto é, na forma em que a sociedade está organizada e no grau de consciência dos indivíduos que a compõe. Se o consumidor muda, o fabricante muda. Se o eleitor muda, o político muda e assim por diante. Acreditando que todo ser humano é co-criador da realidade, portanto, cabe a nós promovermos a mudança que queremos ver no mundo.

Trata-se de uma ideia única por ser sustentável em diversos aspectos, evolvendo questões de responsabilidade ambiental, social, econômica e nutricional.

 

Despertando á curiosidade e interesse mundial,tanto de países desenvolvidos,emergentes e subdesenvolvidos, o Banco de Alimentos vem se destacando e crescendo às custas do trabalho sério, talento e capacidade de seus colaboradores e voluntários,atraindo delegações internacionais ao Brasil,somente para conhecer o trabalho,aprender, e praticar em seus países de origem.

 

O Ministério do Desenvolvimento Social e de Combate à Fome(MDS), garante recursos para a implantação de novos postos de atendimento.

 

Cadastro - As instituições interessadas em se cadastrarem devem encaminhar ofício à Presidência da Ceasa do seu estado,ou ao MDS, com cópia do CNPJ; Ata de criação da Instituição com os dirigentes; relatório das atividades desenvolvidas com público beneficiado, número de assistidos e faixa etária; comprovante de endereço; RG e CPF do presidente e outro responsável pela Instituição; Alvará de funcionamento; e certificado de inscrição em Conselho de Direito (Conselho Municipal, Estadual ou Nacional de Assistência Social, Criança e Adolescente, Idoso ou outro condizente com a atividade).