Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANTENA FLUMINENSE DE NOTÍCIAS

Notícias e atualidades

CAMORRA: MÁFIA QUE ATÉ A ONU MANTÉM DISTÂNCIA.

por Cimberley Cáspio, em 27.07.15

Por Cimberley Cáspio

 

Resultado de imagem para Foto: a Camorra

Imagem: camorrafamily.forum-motion.net

 

“Cresceu nos últimos anos o número de cargas de cocaína apreendidas na Europa após passar pelo Brasil, segundo relatório divulgado pela Unodc, a agência da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre drogas e crime. O Brasil é o terceiro país na rota de tráfico da droga para a Europa.”  (folha de São Paulo)

 

Inúmeras casas de padrão confortável,em bairros  napolitanos,casas essas que pertencem a máfia napolitana,a Camorra,estão sendo alugadas a funcionários da OTAN,ao preço de  dois mil e quinhentos a três mil e quinhentos euros de aluguel mensal,rendendo a Camorra,cinqüenta milhões de euros por ano.

 

A Camorra é a maior organização criminosa do mundo e conta com uma receita anual de um trilhão de euros,originados dois mais diversos “negócios” ilícitos praticados, não só  na Itália,como em toda Europa e também no mundo.

 

O governo italiano na realidade é apenas um fantoche dessa poderosa máfia, e faz somente papel de figuração, apenas um quadro na parede,cortina de fumaça para que o mundo não veja a realidade, afinal,a Itália é membro do G 8, e por que não continuar  sustentar a fantasia de que o estado italiano ainda existe e está no controle? Já imaginou quando o mundo descobrir que a Camorra é o verdadeiro estado italiano atual?Se a Itália revelar  ao mundo que é 100% Camorra,como ficará o comércio com as nações?Principalmente armas, aviões de caça, navios de guerra, submarinos...Enfim, tais negociações,só são realizadas entre estados que não tem restrições nos "antecedentes criminais" da ONU,afinal a hipocrisia de honestidade e licitude precisam ser uma capa sobre toda imundice.

 

A polícia não se movimenta se o exército não der garantias de proteção.Qualquer ocorrência policial,a polícia só sai se o exército for no apoio,caso contrário,nem pensar...A maior parte das ocorrências em que a polícia faz sem o apoio do exército,é só para inglês ver. Nenhuma semelhança com a realidade.

 

O negócio mais forte da Camorra é o comércio de drogas,principalmente  heroína e cocaína, as quais são as mais baratas em toda a Europa,razão que faz viciados do continente viajarem constantemente à Nápoles e encher a cidade de chapadões.Uma loucura!Não é coisa de outro mundo não,é desse mesmo.

 

O acúmulo de lixo está espalhado por toda a cidade e em algumas ruas,é coisa  tão séria que o  lixo fecha as ruas impedindo a circulação de gente e veículos.Há muito tempo que o lixo não é recolhido e o cheiro da cidade é insuportável; e as terras e áreas livres urbanas , periféricas e rurais, estão muito mais contaminadas que Chernobyl. 

 

Quantidades enormes de seringas descartadas por usuários de droga estão expostas nas ruas sem nenhuma cerimônia.Andando pelas ruas de Nápoles,se vê uma,ou mais seringas a cada quatro metros. Na entrada de Nápoles há um cartaz escrito: ENTRE , VEJA NÁPOLES E DEPOIS MORRA!Mas mesmo com esse cartaz,o comércio da Camorra não é abalado e os “turistas” continuam chegando. 

 

A Camorra é centralizada em Nápoles,porém domina o comércio em toda a Itália, inclusive o gerenciamento dos portos, de onde exporta armas, drogas e produtos falsificados com apoio da máfia chinesa e russa. A vida das pessoas em toda região não vale um centavo;quem se opor,é assassinado, e nem religiosos escapam.

 

É aí que entra o Afeganistão como o maior produtor de ópio do mundo e lá,a OTAN é o ator principal. E sem ópio,não há heroína e nem cocaína. Sendo assim,o casamento entre OTAN e CAMORRA está consagrado. A OTAN fornece a matéria prima e a Camorra industrializa e distribui ao mundo através de seus portos em Nápoles.

 

A OTAN e o Talibã disputavam a princípio o mercado de produção de ópio afegão, porém um acordo americano que foi costurado com o governo afegão e os Talibãs,possibilitou à OTAN  total domínio do mercado,ganhando não só participação na captação e distribuição da heroína e cocaína,como também na distribuição do petróleo iraniano por um oleoduto que atravessará o Afeganistão e Paquistão até o litoral do mar da Arábia. Um negócio bilionário! 

 

Fonte: trutvla.com

           

      Donal Macintyre