Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANTENA FLUMINENSE DE NOTÍCIAS

Notícias e atualidades

DIAMANTES FINANCIAM TERRORISMO NA ÍNDIA,ISRAEL,BÉLGICA,CANADÁ E E.U.A

por Cimberley Cáspio, em 08.02.14

 

Por Cecilia Jamasmie | reprod.p/C.Cáspio

 

 A lavagem de dinheiro, financiamento do terrorismo comércio de diamantes na Índia, Israel, Bélgica, Canadá e os EUA - relatório

Enquanto o mundo concentra-se na África, em particular no Congo, as empresas de diamantes estão sendo usadas para lavagem de fundos ilegais muito perto de casa; e estão crescendo.

 

 

 

 

Um relatório da Task Force de Acção Financeira Internacional (GAFI),  sediada em Paris,o qual , estabelece normas para coibir a lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo, disse que a Índia, Israel, Bélgica, Canadá e Estados Unidos, são os novos mercados onde as empresas de diamantes são usadas ​​para lavagem de fundos ilegais no valor de milhões de dólares.

 

O estudo, com base em informações fornecidas voluntariamente por países e organizações do setor mundial de diamantes, e elaborado em parceria com o Grupo Egmont de Unidades de Inteligência Financeira , já está gerando reações de fogo.

 

De acordo com o Centro Mundial de Diamantes de Antuérpia (AWDC), o documento não foi devidamente pesquisado e "dilui esforços dos organismos de comércio para a criação de ambientes de negociação regulamentadas."

 

Em um comunicado na quarta-feira , a organização disse que, embora o estudo seja uma boa iniciativa, ele erra o alvo. AWDC acrescentou que não poderia ser considerado representativo de toda a indústria, uma vez que foi traçado por meio de estudos de casos isolados .

 

A Federação Mundial de Bolsas de Diamante (WFDB), um órgão representativo mundial chave da indústria, também teve que dizer na quinta-feira , que publicou uma declaração alegando que o relatório é "cheio de acusações infundadas e imprecisas".

 

O relatório emitido pelo GAFI detalha como a Índia tinha relatado casos em que os preços do diamante estavam sobre-valorizados para efeitos de branqueamento de capitais e financiamento suspeito.E de acordo com o documento debatido , um número de casos suspeitos de tráfico de diamantes  foram transferidos para a Bélgica a partir de contas em Hong Kong, China, Israel, Emirados Árabes Unidos , EUA e a Índia,onde a  lavagem de dinheiro através do comércio de diamantes, revela que o dinheiro veio da Índia, Israel e Suíça para os Emirados Árabes Unidos.

 

E diante disso,os conflitos se intensificam nas áreas de prospecção,fazendo com que a UE novamente intervenha com um novo "esquema" de certificação mineral,junto a empresários e governos,a fim de reduzir o sofrimento humano e ao mesmo tempo,se tentar enfraquecer os cartéis. 

 

 

Imagem por  Domofon / Shutterstock.com

 

Fonte : Mining.com