Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANTENA FLUMINENSE DE NOTÍCIAS

Notícias e atualidades

E.U.A : CARTEIRA DE HABILITAÇÃO PARA QUÊ?

por Cimberley Cáspio, em 14.04.15

Por Cimberley Cáspio

 

 

Imagem ilustrativa de Deco Farkas

 

 

 

Nos E.U.A os carros estão sendo considerados como cigarros. Em muitas cidades,as pessoas já se irritam com eles. Estacionamentos já estão dando lugar a prédios,e prefeitos,vão cada vez mais,acabando com vias rodoviárias e construindo praças e calçadões para trânsito de pessoas.

 

No artigo intitulado,"no país das highways",publicado na Folha de São Paulo,em junho de 2014,pelo jornalista Raul Juste Lores, revela a decadência dos automóveis na terra do Tio Sam, e o acelerado progresso dos aplicativos para taxi,além da aceitação,quase que geral,ao transporte público,compartilhado,e bicicleta.

 

Aqui no Brasil,enquanto as fábricas ainda jogam muitos automóveis nas ruas, nos E.U.A , os carros particulares,estão perdendo a vez, e as fábricas,investindo em novos mercados no mundo,pois sabem que no mercado interno americano,a casa caiu. Ou investe no transporte público,ou sai do país.

 

Ainda no Brasil,com o acesso da classe mais baixa a carros e motos,o caos já se faz sentir em todas as metrópoles tupiniquins,com gigantescos engarrafamentos,tensão,acidentes, brigas frequentes entre motoristas, motoqueiros,e atropelamentos fatais. A falta de educação impera no trânsito brasileiro,e nada há que faça mudança no comportamento dos condutores de veículos e motos nos centros urbanos. Qualquer espaço,mesmo que seja proibido,há carros e motos estacionados. A batalha do governo,instituindo multas e rebocando veículos infratores,em nada adianta,e como uma praga,no dia seguinte,é a mesma coisa. Haja depósitos para tantas apreensões. E depósitos,significam espaços que a cidade já não tem,onde muitos,o governo despende recursos públicos pagando aluguel desses depósitos.que poderiam ser usados em projetos populares. E isso,é o que muitos governadores e prefeitos americanos,já estão fazendo. Reduzindo espaços para carros,e aumentando espaços para pedestres,lazer,e habitação.

 

Se nos E.U.A, a paixão pelos carros deixou de ser,e a glória dos automóveis declina num acelerado crepúsculo,no Brasil,ainda sofreremos muitos pela falta de espaço,educação,e ficaremos ainda por muito tempo parado nos engarrafamentos,torcendo também, para que não sejamos à próxima vítima de um atropelamento por um condutor irresponsável, embriagado,ou,de um motorista de carro roubado.