Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANTENA FLUMINENSE DE NOTÍCIAS

Notícias e atualidades

O NORTE E O NORDESTE JÁ SE SEPARARAM DO BRASIL? JÁ SÃO NAÇÕES INDEPENDENTES?

por Cimberley Cáspio, em 03.08.15

Por Cimberley Cáspio

Resultado de imagem para Foto: vara no lombo do rebelde

Imagem: dialogospolíticos.wordpress.com


Aproveitando que o Brasil está sendo passado a limpo, e espero que esteja realmente, também é preciso que haja uma investigação profunda do Ministério Público e da Polícia Federal  à indústria da seca. Não podemos mais aceitar uma situação de seca, em que a gente só vê o pobre do agreste nordestino,como vítima desse flagelo.


Desde que me entendo como criança, esse problema vem acontecendo, e políticos locais recebendo vultosas verbas destinadas ao combate da estiagem, sem que o problema seja estancado em todo esse tempo. O que presenciei na minha viajem ao nordeste tempos atrás, foi um aumento de riqueza pessoal dos políticos do nordeste, e uma pobreza ainda maior ao restante do sertanejo.


A política do nordeste ainda hoje, funciona no sistema do coronelismo, e torna refém o povo sofrido do sertão; que nem por um momento pode pensar em denunciar ou fazer qualquer tipo de oposição, pois se assim fizer, até o bolsa-família pode lhes ser tirado. É como se fosse um outro país, formado por senhores feudais, lordes, e escravos. 


Infelizmente o problema voltou e os políticos da região flagelada se alegram e fazem festa, afinal, é o momento para aproveitar à desgraça alheia, e novamente pedir recursos ao governo federal, a fim de aumentarem suas riquezas pessoais, claro que grande parte dos recursos que porventura forem enviados, não chegarão ao povo que sofre no interior do agreste,no máximo,o que o povo verá,é um caminhão-pipa na semana, uma esmola d'àgua para não dizer que os políticos locais nada fizeram. Ou então providenciar caixas-d'água e cisternas, que se não forem abastecidas pelo caminhão-pipa, serão abastecidas na próxima chuva. Mas produção de poços artesianos em quantidades que suprirão as necessidades básicas das famílias sertanejas, nem pensar; quer dizer, se o povo receber água em abundância, poderá ser um passo importante de libertação, e aí, não precisarão mais dos políticos locais, que sem o controle do voto, poderão ter a sua riqueza pessoal e o poder ameaçados .


Farinha pouca meu pirão primeiro? Claro que não. Em matéria de verba, a farinha federal é muita,mas sendo o Norte e o Nordeste, "uma nação independente",não duas,mas uma, pode ser que o Ministério Público e a Polícia Federal, não intervenha numa soberania alheia, será que é isso, ou veremos de fato a vara da justiça cantar nos lombos dos coronéis de gaveta?